segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Cristão e os Planos

Tiago cap.4: 13 a 15
13 Eia agora vós, que dizeis: Hoje, ou amanhã, iremos a tal cidade, e lá passaremos um ano, e contrataremos, e ganharemos; 14 Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece. 15 Em lugar do que devíeis dizer: Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo.

Louvado seja Deus por mais este ano que passamos, com certeza tivemos muitas alegrias e paz na presença do Senhor. E com certeza também passamos por situações que nos deixaram tristes, mas que de maneira nenhuma não nos afastou do Senhor Jesus.
A palavra em Romanos cap.8:35 a 39 que diz: 35 Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? 36 Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro. 37 Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
38 Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, 39 Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

Irmãos quando Deus esta no controle de nossas vidas, tudo vai bem, isso porque deixamos Ele nos conduzir e de maneira nenhuma damos uma mãozinha. Mas infelizmente, quase todo ano nas festas de natal e passagem de ano, somos movido pela nossa alma a declarar muitas coisas como: Ler a bíblia toda, evangelizar, orar mais, pegar firme com Deus, deixar de cometer pecados conscientes entre outras coisas que até começamos a fazer mas que depois vira um peso tão grande que acaba nos afundando em diversas situações ruins com sentimento de culpa por não cumprir o que declarou.
Isso é natural do ser humano, mas não pode ser natural na vida do cristão. É gostoso fazer planos e sonhar, mas tudo isso tem que ser colocado diante de Deus através da oração consciente, pois Jesus nos ensina que sem Ele nada podemos fazer. Veja em João cap.15:5: Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Note bem Jesus disse nada, e eu falo de coisas espirituais como: Orar, examinar a bíblia, evangelizar, pedir perdão pelos nossos pecados a Deus e pedir perdão a alguém que temos ofendido, liberar perdão quem nos ofendeu e amar o próximo.
Deus quer nos ensinar através da sua palavra, mas quem quer ser ouvinte e praticante? Quando Deus usou Moisés para tirar seu povo do Egito, aquele povo estava cheio de planos, tinham a promessa mas não atentavam para o dono dela e fizeram tudo errado perante o Senhor e não entraram na terra prometida, mas somente seus filhos entraram ou seja seus planos e sonhos não se realizaram.( veja em Êxodo na bíblia).
Não vou me alongar nas palavras nesta mensagem, mas sim usar o versículo em questão: 13 Eia agora vós, que dizeis: Hoje, ou amanhã, iremos a tal cidade, e lá passaremos um ano, e contrataremos, e ganharemos; 14 Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece. 15 Em lugar do que devíeis dizer: Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo. Tiago cap.4

A todos que navegam por este blog, eu desejo do fundo do meu coração um Feliz Natal e um Prospero Ano Novo em Cristo Jesus.
Lembrando sempre que Jesus tem que nascer todos os dias em nossos corações, pois Ele é o autor da verdadeira vida e nele sempre seremos triunfantes e bem aventurados.

Deus lhes abençoe
Wilson Elias Cirino

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

QUAL É SUA ARMA?

João cap.22: 1 a 11
1TENDO Jesus dito isto, saiu com os seus discípulos para além do ribeiro de Cedrom, onde havia um horto, no qual ele entrou e seus discípulos.
2 E Judas, que o traía, também conhecia aquele lugar, porque Jesus muitas vezes se ajuntava ali com os seus discípulos.
3 Tendo, pois, Judas recebido a coorte e oficiais dos principais sacerdotes e fariseus, veio para ali com lanternas, e archotes e armas.
4 Sabendo, pois, Jesus todas as coisas que sobre ele haviam de vir, adiantou-se, e disse-lhes: A quem buscais?
5 Responderam-lhe: A Jesus Nazareno. Disse-lhes Jesus: Sou eu. E Judas, que o traía, estava com eles.
6 Quando, pois, lhes disse: Sou eu, recuaram, e caíram por terra.
7 Tornou-lhes, pois, a perguntar: A quem buscais? E eles disseram: A Jesus Nazareno.
8 Jesus respondeu: Já vos disse que sou eu; se, pois, me buscais a mim, deixai ir estes;
9 Para que se cumprisse a palavra que tinha dito: Dos que me deste nenhum deles perdi.
10 Então Simão Pedro, que tinha espada, desembainhou-a, e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita. E o nome do servo era Malco.
11 Mas Jesus disse a Pedro: Põe a tua espada na bainha; não beberei eu o cálice que o Pai me deu?

Glorias a Deus por mais esta oportunidade, onde vamos aprender mais sobre a palavra do Senhor. Este texto é rico em detalhes, e com certeza traz vários ensinamentos da parte de Deus para nós, pois neste mundo que vivemos, passamos por varias situações que nos deixa nervosos e ansiosos nos levando a fazer coisas terríveis e com consequências também terríveis.
O texto bíblico fala da prisão de Jesus, mas gostaria de falar sobre a arma de Simão Pedro e sua atitude. Vemos aqui uma situação tensa, onde Jesus ia ser preso sendo traído por Judas. Com certeza os discípulos de Jesus estavam ansiosos, com medo e sem saber o que fazer, pois viam que seu Mestre iria ser preso pelos fariseus.
Simão Pedro então, agiu de forma, ao que havia na sua mente e cortou a orelha do servo chamado Malco.
A palavra de Deus nos ensina em Provérbios cap.19:2 assim: Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado. Outras traduções diz: Assim como não é bom ficar a alma sem conhecimento, peca aquele que se apressa com seus pés.
Bem, embora Pedro não tivesse o Espírito Santo habitando nele ainda, agiu de forma contraria aos ensinamentos de Jesus, e com o objetivo de defende -lo, agiu no impulso usando a arma que ele tinha no momento em seu coração, e de modo algum se lembrou das palavras de Jesus a respeito do sofrimento que iria passar. Agora o que será que passou no coração de Pedro, quando Jesus curou a orelha daquele servo.
Sabe irmãos muitas das vezes nós agimos desta forma, usamos as armas que se apresenta no momento em nossa mente carnal e ferimos, destruímos, e com isso até mudamos cursos da vida com palavras e ações que fazemos sem refletir e esquecemos que uma boa palavra muda tudo.
A nossa mente tem que estar armada com a palavra de Deus, ela é nossa espada conforme Efésios cap.6:17 veja: Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; isso porque a palavra de Deus nos ensina em Efésios cap.6:12 e 13 assim: 12 Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. 13 Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Então pra que discutir, se fechado no transito por outro veículo? Seja em qualquer situação, temos que usar a espada do Espírito que é a palavra de Deus, para agir como Jesus agiu.

Qual é a arma que estamos usando hoje? Eu sei que não é fácil irmãos, pois todos os dias somos provados em nossos trabalhos, em nossas famílias etc... mas temos que nos esforçar, e para isso temos que ficar sempre perto da luz pois assim diz a palavra de Deus em 1ªJoão cap.1:5 E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas.
Então basta ficarmos perto da luz que é Deus para termos um relacionamento com Ele e para isso, temos que examinar a bíblia, orarmos ou seja estar sempre ligado com tudo o que é do Senhor.
Em Efésios cap.5:8 a 13 8 Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no SENHOR; andai como filhos da luz
9 (Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade);
10 Aprovando o que é agradável ao Senhor.
11 E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as.
12 Porque o que eles fazem em oculto até dizê-lo é torpe.
13 Mas todas estas coisas se manifestam, sendo condenadas pela luz, porque a luz tudo manifesta.

Deus lhe abençoe
Wilson Elias Cirino